Thursday, November 28, 2013

Getting ready for Christmas - O Natal está a chegar







  
 





In my little corner of the world it is already starting to smell like Christmas. The ginger and cinnamon cookies hanging in my tree might have something to do with it, but it also smells of baby, diapers, cerelac with pear puree, of cats and freshly baked scones. I have always loved Christmas, and am always a bit upset when someone tells me they hate it! But I have to respect it, after all, we don't all like the same things. I have vivid and fond memories of the time when my grandfather was alive and well, and I has his little princess, and on Christmas Eve the house was full of people, full of laughter, full of food and a tree filled with presents that made me count the minutes before I could open them! Things are a bit different now, but it is still important to keep the seasonal spirit alive. The tree is up, embellished with felt animals, fabric ribbons, star and heart shaped ginger biscuits and twinkling lights. The wreath is hanging on the door greeting whoever comes to visit and my snowman music box keeps Lourenço entertained during mealtimes. I still have to arrange the nativity scene, but in the meanwhile, I browse through some books to get inspiration for wrapping ideas, table decorations, recipes and so much more. I really love all the seasonal preparations . Turning out all the lights in the house and watch the tree twinkling, picking up acorns and red berries for my table centrepiece, plan what to cook and make my own xmas cards. This is a great opportunity to be creative and spread a bit of magic, even if we don’t always have time to do everything has we planned.





Aqui em casa já cheira a Natal. Os biscoitos de gengibre e canela pendurados na árvore ajudam, mas também cheira a bebé, a fraldas, a papinhas com pêra triturada, a gatos e as scones acabados de sair do forno. Sempre gostei do Natal e fico um pouco perturbada quando alguém próximo me diz que detesta a época natalícia. Mas tenho que respeitar, nem todos gostamos do mesmo. Tenho recordações preciosas quando o meu querido avô era vivo, eu a sua princesa pequenina e na véspera de natal a casa estava cheia de gente, cheia de comida, cheia de riso e uma árvore cheia de prendas que me fazia contar os minutos até poder abri-las. Hoje em dia é tudo um pouco diferente, mas é igualmente importante manter o espiríto natalício, nem que seja pelos nossos filhos. A árvore já está montada, enfeitada com animais em feltro, fitas em tecido, estrelas e corações de gengibre e luzinhas a piscar. A grinalda já recebe quem me bate á porta, o meu boneco de neve-caixa de música entretém o Lourenço enquanto lhe dou de comer. Vou folheando alguns livros que tenho para me inspirar com ideias de embrulhos, mesa posta, receitas e tudo mais. Falta-me montar o presépio. Adoro todos estes preparativos, de apagar as luzes todas e ver a árvore a cintilar, escolher tecidos, apanhar bolotas e bagas vermelhas para fazer um centro de mesa, planear o que vou cozinhar, criar postais de Natal e envia-los a quem está longe e muito mais. Afinal de contas é a melhor altura do ano para dar asas á criatividade e espalhar um pouco de magia, mesmo que nem sempre tenhamos tempo para fazer tudo como planeamos.


3 comments:

  1. Lindo! :) Adoro esta época! Continuação de bons preparativos! Beijinhos

    ReplyDelete
  2. Um beijinho Sofia, cheio de saudades!
    ( soube tão bem descobrir o teu blog)

    ReplyDelete
  3. >3 Que delícia! De facto o Natal é uma época muito inspiradora, é muito importante passar esta imagem de Natal=Família aos nossos filhos e demarcarmo-nos dessa imagem consumista que prolifera por todo o lado...
    O Natal é mesmo isso que descreveu... amor pela família... pelos filhos!!
    Adorei!
    Beijinhos

    ReplyDelete

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...