Tuesday, April 15, 2014

Do YOU want a better life? - Quer uma vida melhor?






" Nothing new can come into YOUR life unless you are grateful for what YOU already have" - Michael Beckwith


As I put my thoughts into words, I feel truly blessed, but it took me a long long time to get here. Most of the times I felt quite the opposite, I have to confess. I have always had this nasty habit of complaining about, well, almost everything and taking things for granted. And having gone through the ordeal of watching my son regularly in a hospital bed, my terrible panic attacks which lead me to think I was going to die and leave my son motherless made complain even more and live with a terrible weight permanently in my heart. A few months ago, I can't recall the day to be exact, I decided I had had enough! I just couldn't go on like this. I was becoming this person I disliked, making sure everyone around me heard my complaints and misery. When I first read the words by Michael Beckwith in the quote above, it really made me stop, think and re-evaluate my life. Whining and complaining wasn't bringing anything good or new into my life, quite the opposite actually. And even if good things did happen I was too busy focusing on the bad. I decided to try the opposite, instead of complaining I do say Thank You.

I started imagining in my mind what it would be like to feel blessed and appreciative of all the good things I already had. I really wanted to be more positive and basically feel happy about myself and my lifestyle. I didn't know where or how to start creating that "positive"space in my life. If being grateful was the key, I thought I better start looking for things in my life to be grateful for and make a list. I grabbed a journal book, printed out pictures of all the things I felt grateful for, and glued them on the journal. Everything I could think of! Even things we would consider "silly" like having electricity or hot water or food or a computer or a tv, or internet access! We all know for a fact that there are people in this big world of ours that have none of those things. But we take them for granted..NO we should be thankful for having them! Great lesson to be learned here and I wanted to learn it.

Every day I look at these images and they do make me feel more positive towards life, blessed and happier. And it also made me realise that God, had always been there for me providing with everything I needed. I just couldn't see it, I was too busy complaining. This is a step-by-step process. I took my time doing this and everyday from that day onward I do something to make me feel good about myself and my life. I go for a walk, see a good movie, I sew, I add more things to my journal, try my best to avoid having negative feeling or thoughts, and really believing in my heart that I can have a happier life. Believing is key! I know that when bad things are happening in your life it is quite a task to see the positive side. You have to wanted really bad and step out of your comfort zone. Nothing gets done if you don’t step out of your comfort zone. I felt a lot of resistance at first, but has you make a habit of this it becomes easier like everything in life. 

Try this gratitude exercise. It made wonders in my life. Every day I am learning but also growing as a human being. Some days are easier than others, but it is totally worth it. Working on myself and my well being is worth it every single day.

Do you believe you are worth it? Step out of your comfort zone! What are you going to put on your list? 



 

"Nada de novo pode surgir na SUA vida senão estiver grato por aquilo que JÁ tem" - Michael Beckwith

Neste momento consigo sentir como sou abençoada, mas demorei a cá chegar. Confesso que foram muito poucas as vezes que olhei para a minha vida e parei para observá-la e agradecer. Aliás, fiz sempre o contrário. Resmungava, queixava-me, tomava tudo como garantido e vivia sempre a sentir um peso na alma. Toda esta situação de regularmente ver o meu filho numa cama de hospital, os meu terríveis ataques de pânico que me faziam sentir como se fosse morrer e deixar o meu filho sem mãe, tornou-me numa pessoa queixosa e francamente numa versão de mim mesma que eu não gostava nada.  Acabava também por afectar as pessoas que preenchem a minha vida de uma forma negativa. Algures no ano passado, não me recordo o dia exacto, decidi que não podia continuar a viver assim. Já estava farta! E havia uma vozinha dentro de mim que me dizia que a vida podia ser muito melhor. Quando li pela primeira vez as palavras acima citadas fez-me parar, pensar e reavaliar a minha vida e o meu comportamento. Queixar-me não estava a trazer-me nada de bom ou de novo, pelo contrário parecia que as coisas só pioravam, bem como o meu hábito de me queixar. Eu estava tão focada nas coisas más e que não estavam a resultar na minha vida, que nem me apercebia das boas. Decidi começar a fazer o oposto. Se lamuriar-me não estava a resultar, então passaria a agradecer.
 
Comecei por imaginar como seria diferente a minha vida se eu realmente fosse mais positiva, se me sentisse abençoada e a dar mais valor a tudo o que tenho aqui e agora. Na realidade aquilo que eu queria era sentir-me bem com a minha vida e com as minhas escolhas e, naturalmente, ser mais feliz. Eu não sabia bem por onde começar, mas se sentir-me grata era a porta que eu precisava de abrir então que fosse. Agarrei num livro de apontamentos e comecei a colar imagens de tudo aquilo na minha vida pela qual eu estava grata. Desde as mais importantes até ás que poderíamos considerar como  ridículas, como ter água, luz, gás, um telemóvel, uma televisão, um computador e acesso á internet!! Tomamos muitas dessas coisas como garantidas, mas sabemos bem que há pessoas no mundo que não têm sequer água quente para tomar um banho quanto mais acesso á internet...afinal vivo cheia de abundância...

Todos os dias, pelo menos uma vez por dia faço questão de olhar para essas imagens para perceber e sentir a abundância que tenho na minha vida. Desta forma, a amor e a gratidão crescem porque é aí que está focada a minha atenção e não no que é triste ou negativo. Fez-me também perceber que Deus tem estado sempre comigo, eu é que nunca parei, no meio dos meus queixumes, para sentir a sua presença  e estar grata por ele me carregar no colo todos os dias da minha vida. Estar grata por todas as bênçãos que tenho na minha vida, a começar pelo facto de estar efectivamente viva e com saúde, e essencial, senão vital para termos uma vida que preenche realmente o nosso coração e aconchega e dá animo á nossa alma. Tudo começa por aí! Claro que no meio do caos ver a lado positivo da vida parece ser uma tarefa difícil. Não vou mentir... Conseguir ver o lado positivo, agradecer seja o que for, ou encarar os desafios da vida como uma lição que temos que aprender para tornar a nossa vida melhor, requer muita força de vontade e coragem. Há que sair da nossa zona de conforto e estarmos dispostos a investir no nosso bem-estar. Mas vale totalmente a pena!

Tem sido um processo passo-a-passo. Alguns dias são mais fáceis do que outros, mas começar esta viagem foi a melhor coisa que fiz por mim. Mesmo os dias mais desafiantes acabam por ser positivos. A maneira como escolho agora olhar para esses desafios é que mudou. Encaro os acontecimentos de uma forma mais positiva, optimista, mais enérgica e mais grata e como consequencia a minha vida tornou-se uma vida mais alegre e gratificante.

Está disposta a sair da sua zona de conforto? O que colocaria na sua lista?

Thursday, March 6, 2014

I love you more than lazy sundays...












My days have been immersed in a much needed calmness and peace of mind. I really had to force myself to dive in a tranquil sea as I felt overwhelmingly tired after Lourenço's surgery. With the sense of relief, after having, yet again, overcome one of life's challenges, came a felling of exhaustion. Despite the rainy and wintery weather, we have been taking advantage of the scarce sunny days with long walks by the sea shore on the weekends, enjoying the company of friends and relatives and taking the time to fully enjoy the warmth of our home. A much needed rest, indeed. 

Nearly every day I stop by the local coffee shop. While I enjoy my coffee, Lourenço takes the time to pick these little wild flowers that grow on the sidewalk and gives them to me as a gift. My mother-in-law encouraged Lourenço to do this - pick up flowers for mummy - and it always brings a smile to my face...!



Desde a operação do Lourenço que tenho levado os meus dias com uma certa calma e tranquilidade. Afinal não poderia ser de outra forma, pois dei por mim a sentir-me extremamente cansada. Com o alívio que senti depois de termos ultrapassado mais um desafio veio um grande cansaço. Apesar do tempo chuvoso que parecia que nunca mais acabava, aproveitamos um ou outro dia de sol para passear, para estarmos na companhia de amigos e familiares, para desfrutarmos do calor da nossa casa e para descansarmos. 

Quase todos os dias saio para tomar um café e apanhar ar fresco e o Lourenço presenteia-me sempre com pequenas flores que crescem abundantemente na beira do passeio junto á esplanada. Foi um hábito que a minha sogra lhe incutiu - apanhar flores para a mamã - e que me faz sempre sorrir...!

Thursday, February 6, 2014

All is well! - Está tudo bem!




As you know, we spent our Christmas at the hospital, and the beginning of the year as well...On the 16th of January we made our way to the hospital for Lourenço's kidney surgery.  It was the second time he had to go through this, but all is well! The two hour surgery seamed endless. I grew impatient looking at the clock, and felt my heart become smaller and smaller praying in silence, and when it was all over I could feel it become as big as the world jumping for joy and feeling grateful! My baby was fine! 

It never ceases to amaze me how nature is truly wonderful! Children, unlike most adults show a true appreciation and zest for life! The second day after his surgery, all Lourenço wanted was to get out of that hospital bed and play, and laugh, and jump and experience all the things that made him happy. Life was waiting for him and he couldn't waste another minute!! The fact he had undergone surgery and had all these wires attached to his body was no obstacle for him! Life is there to be taken in with joy in our hearts! Thank you all for your support and friendship. Thank you.




Como sabem o nosso natal foi passado no hospital, e o nosso começo de ano também. Dia 16 de Janeiro o Lourenço foi operado ao rim esquerdo. Foi a segunda operação pela qual ele teve que passar e tudo correu bem! Foram duas horas de cirurgia que pareciam nunca mais acabar. Os minutos e os segundas arrastavam-se comigo a conta-los impacientemente. O meu coração ficou pequenino a rezar baixinho e depois grande como o mundo a pular de alegria e gratidão. O meu bebé está bem! 

É incrível como a natureza é maravilhosa e as crianças melhor que os adultos, espelham a alegria de viver. Ao fim do segundo dia de internamento, o que o Lourenço queria era que o tirassem da cama para que ele pudesse brincar, pular, tocar, mexer e tudo mais a que tinha direito. A vida estava á sua espera e ele não queria perder um minuto! O facto de ter sido operado, de haver fios por todo o lado e de todo o receio que nós, estávamos a sentir por ele, nada disso era impeditivo para o Lourenço! A vida é mesmo para ser vivida com alegria no coração! Obrigado a todos que nos apoiaram. O meu coração de mãe agradece.


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...